Biografia

O Grupo de Música Popular “Falta Um” foi constituído nos finais do ano de 2005, em Melides, quando um grupo de amigos (alguns deles, já com experiências musicais anteriores), se encontrou numa festa nesta aldeia e, após aturada conversa, decidiram formar um Grupo de Música Popular. Iniciaram os ensaios e, numa fase inicial, nunca foi possível juntar todos os elementos do grupo, por diversas razões. Quando surgiu o convite para a primeira atuação foi necessário eleger um nome para o Grupo. Nessa noite, como vinha já sendo hábito, faltava um dos elementos e foi com a maior naturalidade, que surgiu o nome de “Falta Um”.

O seu percurso musical foi sempre orientado para a recolha, criação e divulgação da música popular portuguesa, constando no seu vasto reportório, vários temas com algum “cariz brejeiro”, mas todos eles, baseados em estórias ouvidas junto da população mais idosa da nossa freguesia. Este Grupo tem participado em vários espetáculos, programas de radio e televisão. Os espetáculos deste Grupo têm acontecido um pouco por todo o País, mas o seu “ponto alto” pode ser considerado aquando da sua deslocação à Roménia, a convite do Sr. Embaixador de Portugal naquele País, a fim de participar nas comemorações do dia 10 de Junho de 2012. Durante a sua estadia na Roménia, o Grupo“Falta Um” teve a oportunidade de realizar dois espetáculos em Bucareste e um na Transilvânia, no Castelo de Brans, tendo conseguido em qualquer destes eventos, uma enorme adesão dos respetivos espetadores, considerando a entrega e a alegria demonstrada pelos Falta Um, no decorrer das referidas atuações. O primeiro trabalho discográfico do Grupo, foi editado no ano 2007 e teve como título “Era o que faltava”, o segundo, gravado em 2016, “Montito no Alentejo”, o terceiro, gravado em 2017 “ Estou cada vez mais no vinho” e o quarto e último gravado em 2018 com o titulo Compadre.

Atualmente o Grupo “Falta Um” é composto por nove elementos, que, com muito entusiasmo, vão procurando divulgar a nossa cultura, através da música.

Lançamentos recentes

O primeiro trabalho discográfico do Grupo, foi editado no ano 2007 e teve como título “Era o que faltava”, o segundo, gravado em 2016, “Montito no Alentejo”, o terceiro, gravado em 2017 “ Estou cada vez mais no vinho” e o quarto e último gravado em 2018 com o título “Compadre”.
Compadre