Biografia

Nascida a 9 de Julho de 1991, Cláudia Martins iniciou muito precocemente a sua carreira.

Com apenas 8 anos começou a aprender a tocar concertina, um ano depois, envolveu-se no mundo das cantigas ao desafio.

Em 2001 pertenceu a um grupo familiar, designado “Amigos de Guimarães” com os quais partilhou momentos de grande alegria e festividade.

Em 2005, fez parceria no duo “Tiago & Claudia”, experiência que a enriqueceu em termos pessoais e profissionais. Nesta altura começou a escrever as suas próprias letras, brincando com as palavras e com as melodias.

As comunidades portuguesas têm uma enorme influência na sua carreira profissional, pois desde 2006, passou a ser convidada a mostrar o seu trabalho, um pouco por todo o mundo. Simultaneamente tem percorrido o pais de les a les atuando em eventos diversos como Feira de S. Mateus, arraiais, festas académicas e apresentações na tv e rádio. No entanto, sentiu que devia mais aos seus fãs e optou por criar, em 2009, a banda “Minhotos Marotos”, nome selecionado, por um lado, como homenagem a região que a viu nascer e, por outro, dando um duplo sentido as letras que utiliza nas suas cancoes. Esta banda foi aumentando progressivamente, sendo que atualmente engloba sete elementos em palco os quais tocam instrumentos vários proporcionando a quem os ouve momentos de boa disposição, alegria e entusiasmo. Este e um tipo de espetáculo muito procurado por quem gosta de dançar e ouvir cantigas “marotas” de improviso.

No ano de 2009 lançou o seu primeiro album intitulado “Minhotos Marotos”, onde popularizou a música “Marotos”. O album de estreia foi um grande sucesso em Portugal e além-fronteiras levando Cláudia Martins a realizar vários espetáculos por todo o mundo.

Desde esta altura, nao tem parado , apresenta anualmente um album com originais entre os quais mais conhecidos “Levanta mais a perninha”, “Encaixa a torneira na Pipa”, “Que saudade de emigrante”, “Minho Lindo”, “Senhora de Fatima”, “O Segredo dos Marotos”, “Caloira do Chic Chic”, “Passarinha e Sardão” e “Gala Dela”.

No ano de 2015 foi premiada pelo Blogue D’Ouro, como a mais jovem artista no genero Popular e em 2016 recebeu o disco D’ouro que tem como título “Faz beicinho”.

Em 2017 um acontecimento que marcou a sua vida foi ter cantado para a GNR após uma coima por excesso de velocidade. Desta forma, expos o video no Facebook que se tornou viral e alcancou cerca de 7 milhões de pessoas. Assim, surgiu o novo tema “Cantiga a GNR”.

Neste ano de 2018 Cláudia Martins & os Minhotos Marotos, acabam de lançar pela País Real, mais um album intitulado “ Segura-me no Saco “, um trabalho composto pelas tradicionais desgarradas, e como ja e habitual os originais brejeiros e respectivas coreografias, prometendo como sempre, muita marotice, humor e boa disposição.

“ Segura-me no Saco “ um trabalho com etiqueta ….. PAÍS REAL.