Biografia

Nascido na Cova da Piedade, viveu os primeiros anos no Fogueteiro.

Cantor, compositor e guitarrista começou os seus passos na música bem cedo, com 2 anos já adorava ir para as escadas do prédio cantar o “Chico Fininho” acompanhado pela sua guitarra de plástico “Fadista”. Como o pai tocava guitarra facilmente teve acesso a uma e com ele aprendeu os primeiros acordes com a ideia de acompanhar a sua mãe que toda a vida gostou de cantar, dois grandes motivos do seu gosto pela música.

Começou a formação musical aos 10 anos na Banda Filarmónica 1º de Janeiro Torranense, onde foi executante de trombone de vara. Em 1988 atrás do pai ingressou num projecto de música Popular “Grupo Sol”. Em 1995 juntamente com Nuno Pestana e Nuno Moncaixa fundou o Conjunto de Baile “Digressão”. Nesse mesmo ano ingressa na Marinha onde aprimorou o seu gosto pela interpretação e composição, conhecendo e aprendendo novas técnicas com grandes músicos que por lá passaram. Graças às grandes viagens, a sentida distância da  família e vivência com outras culturas, impulsionaram-no para o inicio da composição, “Grande Escola”.

A influência mais vincada do gosto pelo Rock, Hardrock e Blues devese ao gosto incondicional pelas motos e todo o seu espírito, concentrações, liberdade, companheirismo Em 2000 começa o seu percurso em animação de bares, fazendo música ao vivo a solo e mais tarde animação de karaoke com Gonçalo Oliveira. Em 2006 com João Realista forma os “DuoBest”.

Entre todos estes projetos tocou em outras bandas como freelancer.

Em 2010 é convidado a fazer parte da Banda Chave D’Ouro para ajudar na procura do Pai da Criança … na qual se mantém.

Encorajado pela família e amigos em 2013 grava o seu primeiro trabalho discográfico a solo…

Após uma pausa na carreira a solo, neste ano de 2017 ABEL regressa com o CD “ AGORA “ editado pela PAÍS REAL. “ AGORA “ é um trabalho intimista mais maduro e com o qual o
cantor se identifica a 100%, sendo 2 dos temas da sua autoria, “Sinto falta de ti “ e “ Eu não posso “ .

Nas palavras de ABEL …” este trabalho não é mais que um recomeço …. pois a vida pode nos pregar partidas mas nunca é tarde para recomeçar …. obrigada família, camaradas e amigos … pois o melhor começa AGORA “ …